12 de abril de 1961:

“Este é um anúncio público da Rádio de Moscou – Aqui é Moscou falando – Aqui é Moscou falando – Todas as estações de rádio da União Soviética estão transmitindo. O horário de Moscou é 10:02. Estamos transmitindo a notícia sobre o primeiro vôo tripulado ao espaço. Em 12 de abril de 1961, a União Soviética colocou em órbita ao redor da Terra a primeira espaçonave do mundo – a Vostok – com uma pessoa a bordo. O piloto e cosmonauta da espaçonave é um cidadão da União Soviética, Major Gagarin, Yuri Alexeyevich. “

Às 9h07 (horário de Moscou) o foguete 8K72K número Е10316 com a espaçonave Vostok (3KA nº3) foi lançadp : “Vamos!” (“Poyakalé”) gritou Gagarin. Os 32 motores da base do foguete foram acionados. Sua força de 420 toneladas-força foi suficiente para libertá-lo dos braços que o mantinham suspenso na plataforma de lançamento. Ele se lançou em direção ao céu. Após 11 minutos de vôo propelido, a espaçonave Vostok separou-se do último estágio que a colocara em órbita. Yuri Gagarin tornou-se o primeiro terráqueo para voar pelo espaço. Seu diálogo com os controladores mostrou que ele estava bem e que o vôo estava se desenrolando normalmente. Cinquenta minutos após o lançamento bem-sucedido, era hora da Rádio Moscou anunciar a todo o mundo que um soviético estava no espaço

Gagarin ao se dirigir para o foguete

A mídia oficial não esperou que Gagarin voltasse, anunciando o voo para o mundo . E houve um sério alerta na hora do retorno, depois que o retrofoguete do compartimento de serviço desacelerou o Vostok na descida acima da África para que começasse sua reentrada a 27.000 km / h. O módulo não se destacou totalmente da cápsula. Os aparelhos desestabilizados giraram algumas vezes, o que colocou em perigo a vida do cosmonauta. O atrito atmosférico levou ao aquecimento da cápsula e, por fim, ao desprendimento do compartimento.

Em seu retorno, Yuri Gagarin se tornou o herói do regime comunista. O cosmonauta número 1 foi bem-vindo em todo o mundo. O Kremlin o nomeou comandante do destacamento de cosmonautas e insistiu em que ele não planejasse outra missão espacial. Ele não se conteve: em 1966 começou a treinar novamente para voar a bordo da espaçonave Soyuz, que seria a nave espacial da URSS e hoje da Rússia, até hoje. Em 27 de março de 1968, junto com seu instrutor Vladimir Seryegin, ele se acidentou num voo de treinamento. Yuri Gagarin tornou-se um mártir: a partir de então, foi venerado como um “santo” pelo sistema soviético. E hoje é lembrado por todo o mundo como um herói.

Voltar para Vostok – 60 Anos da primeira viagem espacial